Dicas de Viagem

EXIGÊNCIA POR PAÍS:

EGITO E JORDÂNIA: É exigida a Vacina contra febre amarela para entrada nos países;

ISRAEL: Não;

TURQUIA: Não;

EUROPA: Não. Salvo novas notificações;                               

ASIA: É exigida a Vacina contra febre amarela.

Observações:

- Para novas exigências de vacinas, a equipe da CAPRICE TURISMO estará informada e orientara cada passageiro conforme viagem contratada;

- Exigências  da vacina de  COVID 19 será informado pelos nossos agentes de viagens conforme procedimentos internacionais atuais;

- Para todas as vacinas exigidas, será necessário viajar com o CERTIFICADO INTERNACIONAL DE VACINAÇÃO.

 

VACINAÇÃO

Normalmente as vacinas exigidas para viagens internacionais estão dispostas no programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde são oferecidas gratuitamente em qualquer posto de vacinação instalado em diferentes unidades de saúde das Secretarias Municipais e Estaduais de Saúde. Nestes postos o viajante receberá o Cartão Nacional de Vacinação, válido em todo território nacional.
A vacinação deve ser registrada no Certificado Internacional de Vacinação que é emitido através do site da  anvisa.

Caso tenha algum problema de saúde que contra indique a vacinação, consulte seu médico e solicite um atestado e apresente da anvisa.

 

CERTIFICADO INTERNACIONAL DE VACINAÇÃO

O Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) é um documento que comprova a vacinação contra a febre amarela e/ou outras doenças. A possibilidade de exigência do CIVP é prevista no Regulamento Sanitário Internacional (RSI).
Para viagens internacionais, apresente seu Cartão Nacional de Vacinação em algum Centro de Orientação ao Viajante para a emissão do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia.
Para agilizar seu atendimento, realize seu pré-cadastro  e obtenha juntamente informações sobre os cuidados com a saúde em sua viagem.

Pré Cadastro, acesse o link: http://www.anvisa.gov.br/viajante/
Dúvidas : 0800 - 6429782 
Obs.: Após o pré-cadastro, se dirigir a um posto da Anvisa e requerer o seu Certificado Internacional de vacinação.

Para a emissão do CIVP é necessário:

Caso tenha realizado a vacinação em unidade de vacinação da rede municipal ou estadual, a apresentação do Cartão Nacional de Vacinação preenchido corretamente com:

1. Data da administração da vacina;

2. Lote da vacina;

3. Assinatura do profissional que realizou;

4. Identificação da unidade de saúde.

Outros:

1. Caso tenha realizado a vacinação em serviço privado, é preciso ainda que o mesmo se encontre credenciado junto a Anvisa;

2. Apresentação de documento de identidade oficial com foto (carteira de identidade, passaporte, carteira de motorista válida, etc);

3. A população indígena que não possui documentação está dispensada da apresentação de documento de identidade;

4. Apresentação da Certidão de Nascimento é aceita para menores de idade (a vacina é recomendada para crianças a partir de 9 meses).

5. A emissão do CIVP pela autoridade sanitária estará condicionada a assinatura do viajante no ato, sendo imprescindível sua presença.

Para Isenção de vacinação:

Para casos em que a vacinação ou a profilaxia for contra-indicada, deverá ser emitido o Atestado ou Certificado de Isenção de Vacinação e Profilaxia.

A emissão deste certificado pode ser realizada por um profissional médico ou por um Centro de Orientação ao Viajante. Quando emitido por profissional médico deverá se utilizado o modelo de atestado médico específico, disponível abaixo, observando-se:

I. Preenchimento completo e de forma legível dos dados;
II. Identificação do profissional médico e do local onde for efetuado o atendimento;
III. Parecer médico de contra-indicação de vacinação ou profilaxia

 

Para a emissão do Certificado de Isenção de Vacinação é necessário:

  • Documento de identidade oficial com foto (carteira de identidade, passaporte, carteira de motorista válida, etc);
  • A população indígena que não possui documentação está dispensada da apresentação de documento de identidade;
  • Para menores de idade (a vacina é recomendada para crianças a partir de 09 meses) pode ser apresentada a Certidão de Nascimento.
  • Atestado médico de contra-indicação de vacinação ou profilaxia onde conste o nome do viajante e a contra-indicação para o recebimento da vacina contra febre amarela. O atestado deverá conter o endereço completo e o telefone do consultório, bem como o CRM, assinatura e carimbo do médico responsável.

Esclarecemos que os Centros de Orientação de Viajantes credenciados para emissão do CIVP poderão chancelar os atestados médicos de contra-indicação que estejam escritos em outros idiomas ou, caso o atestado médico não atenda ao solicitado (modelo acima referido), emitir um certificado de Isenção.Para emissão do Certificado

acessar o site: 

https://www.gov.br/pt-br/servicos/obter-o-certificado-internacional-de-vacinacao-e-profilaxia?campaign=destaque

Para solicitar um passaporte acesse o site da Policia Federal e veja como proceder em relação à obtenção ou renovação de passaporte:

Site: https://servicos.dpf.gov.br/sinpa/inicializacaoSolicitacao.do?dispatch=inicializarSolicitacaoPassaporte

- Para maiores informações, consulte nossos agentes de viagens.- Passaporte com data de vencimento inferior a 6 meses da data de seu retorno ao Brasil, não é mais valido, sendo assim será preciso retirar outro para viajar;
- Para brasileiros com dupla nacionalidade, recomendamos embarcar e desembarcar no Brasil com o passaporte brasileiro;
- Para estrangeiros residentes no Brasil, será necessário estar em dia com o RNE, e seu passaporte, podendo viajar conosco sem problemas.

 

CÓPIAS DO PASSAPORTE – ITEM OBRIGATÓRIO

Sempre viaje com o passaporte e uma cópia. Abra seu passaporte na página da foto e faça uma cópia colorida legível (não precisa autenticar). Leve na sua viagem. Não guarde junto com o passaporte, pois em caso de perda ou furto do mesmo, não perderá a cópia também. Na embaixada do Brasil, a cópia ajuda a obter outro passaporte. Em caso de perda ou furto do passaporte, a cópia pode ajudar a obter outro passaporte.

https://www.youtube.com/watch?v=SKPNw6Y5uy8

https://www.youtube.com/watch?v=JtmQRTsArXo

https://www.youtube.com/watch?v=WOCQ8jyCCTk

https://www.youtube.com/watch?v=oN61AMm3YVc

https://www.youtube.com/watch?v=Ld-cFf_pQpY

https://www.youtube.com/watch?v=hFB9QHeTCQQ

ISRAEL: Shekel.

EGITO: Libra Egípcia.

JORDÂNIA: Dinar jordaniano.

TURQUIA: Lira Turca.

GRÉCIA: Euro

EUROPA: Euro (NÃO leve dólares, em muitos locais nem aceitam)

RÚSSIA: Rublo.

DUBAI – EMIRADOS ARABES: Dirham (dirram)

LÍBANO: Libra libanesa.

 

PRECISO FAZER CÂMBIO PARA MOEDA LOCAL? QUAL MOEDA DEVO LEVAR? EUROS OU DÓLARES?

Não aconselhamos a fazer cambio em recepção de hotéis. Geralmente a cotação e super desfavorável.

ISRAEL: Não é preciso fazer câmbio em Israel. Se tiver oportunidade faça, mas pode pagar tanto em dólares com em euros em quase todos os lugares, geralmente dão troco em Dólares, caso receber troco em moeda local, faça a conta se esta correto, geralmente sempre esta! Em Israel existem mais moedas do que dinheiro em papel.

Obs: Não aconselhamos levar euros para Israel.

EGITO: Sim, é preciso fazer câmbio. Embora seja aceito dólares ou euros no país, é aconselhável fazer câmbio para moeda local (libra egípcia), e assim ter em mãos dinheiro miúdo. É um sério problema utilizar Dólar ou Euro para pagar pequenos valores. O câmbio pode ser feito no banco dentro do hotel. Em nossos pacotes, tudo é incluso, exceto bebidas, portanto, para as suas lembrancinhas e bebidas, 30 dólares por dia, em moeda local são o suficiente.

JORDÂNIA: Não é preciso fazer câmbio para Dinar, porém se estiver em aeroporto e tiver tempo aproveite e troque. Aceita tanto dólares como Euros

TURQUIA: É preciso fazer câmbio, para ter em mãos dinheiro miúdo, em Istambul existe uma quantidade enorme de casa de câmbio. Nos comércio os comerciantes dão preferência a Euros. Aconselhamos fazer câmbio de 100 euros, apenas para ter “trocado” para gastos maiores, utilize Euros.

GRÉCIA: Moeda local Euros.

RÚSSIA: É preciso fazer câmbio.

DUBAI – EMIRADOS ARABES: Aconselhamos a fazer câmbio para a moeda local, o DIRHAM (dirram).

LÍBANO: Aconselhamos a fazer câmbio para libra libanesa.

https://www.youtube.com/watch?v=rOGlLbUMvUk

RETIRADA DE DINHEIRO EM CAIXAS ELETRÔNICOS COM QUALQUER TIPO DE CARTÃO:

Não se pode confiar nesta operação. Não saia do Brasil confiando plenamente que tudo vai dar certo. Não podemos parar os passeios e procurar por um caixa eletrônico para que alguém possa retirar dinheiro. Lembre-se que estaremos em grupo, e se tiverem várias pessoas precisando disso não faremos mais nada a não ser procurar por caixas eletrônicos, prejudicando assim o passeio. Nem todos os hotéis têm estes caixas. Prefira DINHEIRO em espécie e CARTÃO DE CRÉDITO, mesmo na Europa (estando em grupo).

https://www.youtube.com/watch?v=2WTD0zN_OEU

É extremamente importante em qualquer lugar do mundo evitar o consumo de água que não seja engarrafada.  Isto evita sérios problemas de saúde, principalmente ocorrência de desarranjos intestinais, tais como as diarréias.   Os guias de Israel costumam dizer que a água de torneira é potável, ainda assim aconselhamos a evitar o consumo, pois não sabemos como estão os sistemas de armazenamentos das caixas de água dos hotéis e restaurantes.

ISRAEL: Aconselhamos certificar-se do valor antes de entrar no veículo. Já aconteceram casos desagradáveis com pessoas que usaram táxi, sem pedir o valor antes, e tiveram surpresas desagradáveis com os taxistas inescrupulosos, entre outros problemas como, por exemplo, o taxista fazer um “city tour” pela cidade sem você pedir e depois cobrar por isso, e você é obrigado a pagar para evitar escândalo. Por isto sempre aconselhamos a combinar os valores antes.

EGITO: O serviço prestado pelos táxis, no Egito, é péssimo e a maioria não tem ar condicionado e os carros são demasiados velhos. Caso precise, prefira taxi através do hotel. Jamais tome táxi sem saber do preço do trajeto cobrado para onde deseja ir. Seja bem específico sobre o destino, tem taxista que ao perceber se tratar de turistas, costumam fazer um "city tour" pela cidade, cobrando à parte sem você pedir. Não se impressione com o trânsito caótico e com as buzinas em Cairo.

JORDÂNIA: Mesmos cuidados de Israel. Combine valor antes de entrar no taxi.

TURQUIA: Os taxis são geralmente bem conservados, pode tomar taxi na rua sem ser ponto de taxi, mas Jamais tome táxi sem saber do valor para onde quer ir, é uma regra que vale para muitos países. Seja bem específico sobre o destino.

GRÉCIA: O táxi na Grécia é relativamente barato. Solicite o valor cobrado para seu o destino antes de entrar no táxi, geralmente não tem problema em tomar taxi na rua.

EUROPA: Também Veja o valor para o seu destino antes de entrar no táxi, principalmente em Roma.

LIBANO: Combine valor antes de entrar no taxi.

DUBAI – EMIRADOS ARABES: Super seguro, pode pegar taxi na rua sem problemas. 

https://www.youtube.com/watch?v=uLgdgS_LJ3w

NÃO FAÇAM GASTOS NOS HOTÉIS PARA PAGAR NA SAÍDA (CHECK OUT)

Esta recomendação vale para todos os países. Isso facilita a saída do grupo do hotel.  

Mas em especial EGITO e ISRAEL, prefira sempre pagar seus gastos (dentro dos hotéis) a vista, cartão ou dinheiro, no ato do consumo. Nestes países  são observados frequentes confusões na hora do check out, são extremamente confusos em controles de contas.

A voltagem para todos os países é de 220W.

https://www.youtube.com/watch?v=NDPMY-v5OwE

ISRAEL

TELAVIV: Pode sair para passear na praia, no centro da cidade, barzinhos, restaurantes, com tranquilidade. Mas atenção, de sexta feira a partir das 18h ate sábado às 19h, alguns restaurantes fecham por conta do sabat, é como nosso domingo. A noite um bom lugar para restaurantes e o deck 17 da orla. Para mais restaurantes e barzinhos, o bom é Jope (bairro boêmio de TelAviv) beira mar.

TIBERÍADES: Tem um pequeno “calçadão” no centro, ponto de convergência dos turistas. A cidade é pequena. Fica no interior do país ao lado do mar da galileia. Ali tem lojinhas, choperias, pizzarias, muitas banquinhas de camelôs. Muito legal!

JERUSALÉM: A cidade é religiosa. Não tem muitas alternativas à noite. Porém, tem um lugar que se chama mamila Center. Após o jantar, você poderá fazer um passeio à noite. Trata-se de um boulevard charmoso e divertido que fica aberto até às 22h30. É um “calçadão” enorme com inúmeras lojas de bom gosto, bares, restaurantes, farmácia, obras de arte e galerias. Com não mais que 15 dólares, de táxi, você vai do hotel até o mamila Center. Também tem vários shoppings centers na cidade. Informe-se com o guia local.

MAR MORTO: Os hotéis do Mar Morto ficam em uma área de balneários, sem opções à noite, a não ser um pequeno conjunto de lojas que ficam na única rua do balneário.

EGITO:

CAIRO: Não recomendamos sair à noite desacompanhado (a). Não tem opções à noite para ocidentais. Porém, nossos grupos já tem um passeio à noite no Rio Nilo em um barco de luxo por duas horas, com show de danças típicas, do ventre, música e etc.
Se pretende ir a um shopping Center, prefira o maior CIT STAR (fale com o guia local antes).
OBS: No Egito não vende bebidas alcoólicas fora dos hotéis, e custa caro nos hotéis.

JORDÂNIA:

OBS: Na Jordânia não vende bebidas alcoólicas fora de hotéis.

AMAM: Tem uma rua com restaurantes e alguma lojas abertas no centro. Tem shopping Center.

PETRA: A pequena aldeia de Petra fica no deserto entre montanhas. Mas a aldeia é charmosa com inúmeras lojinhas típicas.

TURQUIA:

ISTAMBUL: Tem um “calçadão” incrível. Ponto de convergência de todos que visitam àquela cidade e quase todos que viajam para a Turquia. Tratam-se da praça e do enorme calçadão TAXIM. Nunca fecha. Se você for lá às 2h da manhã, o movimento será o mesmo que às 19h. É seguro. Muitos restaurantes e barzinhos.

GRECIA:

ATENAS: Sempre costumamos dizer que há outra cidade dentro de Atenas. Trata-se do charmoso e encantador bairro de PLAKA. Aberto até às 22h. Bom gosto, lojas lindas e restaurantes maravilhosos, bom vinho, bom chopp. Vá lá durante o dia e à noite também. Divirtam-se!

ISRAEL E JORDANIA: Em todos os hotéis, o sistema no café da manhã e jantar é self service. A variedade na linha de servir é enorme. Almoços e Jantares seguem padrão internacional com uma excelente variedade de opções, se alimenta muito bem em Israel que tem uma cozinha parecida com a Árabe, Porém tudo é muito bem temperado.

EGITO:  Alimentação nos hotéis segue padrão internacional. Evite comer Homus em excesso, é delicioso, porém para que não tem costume pode causar diarreia por ser muito forte. Geralmente no Egito usam pouco tempero, pouco sal. Evite folhas, alface, etc. de preferencia para assados, cozidos, grelhados.  Acrescente o cuidado  fora dos hotéis, jamais comer algo que não seja embalado. A questão de higiene de restaurantes fora de hotéis é precária. É por este motivo que nossas refeições (diferentemente da concorrência) no Egito são todas realizadas dentro hotéis.

TURQUIA: O país é mais “tranquilo” na questão de alimentação. A comida não é tão condimentada, segue padrão internacional, ou seja, pouco tempero e sal. O país apresenta excelente cozinha e muitas variedades.

GRÉCIA: Os hotéis seguem padrão de tempero internacional. Não condimentada e pouco sal. Boa condição de higiene, sempre ótima alimentação.

DUBAI- EMIRADOS ARABES: Ótima alimentação.

RUSSIA: Ótima alimentação.