Saídas relacionadas

Jordânia

Nome oficial: Reino de Hachemita da Jordânia (Al-Mamlaka al-Urdonnyia al-Hashemiya).

Nacionalidade: jordaniana.

Data nacional: 25 de maio (Independência).

Capital: Amã.

Cidades principais: Amã, Az-Zarqa, Irbid, As-Salt.

Idioma: árabe (oficial).

Localização: oeste da Ásia.

Área: 97 740 km2.

População: 7,595 Milhões

Localizada no Oriente Médio, a Jordânia é o país mais ocidentalizado dessa região, fato proporcionado em razão da assinatura de um acordo de paz com Israel. Seu território limita-se com o Líbano (a noroeste), Síria (ao norte), Israel (a oeste), Iraque (a leste) e Arábia Saudita (ao sul), o país não possui saída para o oceano. A denominação Jordânia é oriunda do rio Jordão, que está presente em uma parte do país.

O território da Jordânia é de grande importância histórica. Existem narrativas bíblicas que citam essa região, como, por exemplo, os conflitos entre Israel e tribos locais.

Capital e maior cidade da Jordânia, com cerca de dois milhões de habitantes, Amã é o centro de decisões políticas, culturais e comerciais do país. Foi uma das cidades antigas mais habitadas do Antigo Oriente e, em numa escavação em 1994, foram descobertas pequenas casas e torres que poderiam ter sido construídas durante a idade de pedra, cerca de 7000 a.C. A localização e a altitude de Amã têm um efeito profundo sobre o seu clima. Estradas bem sinalizadas permitem que o visitante faça de Amã o ponto de base ideal para conhecer os pontos turísticos do Vale do Jordão, desde o Mar Morto, passando pela espetacular Petra, e chegando às margens do Mar Vermelho.

Outro elemento de grande importância é o sítio arqueológico de Petra, onde se encontram construções monumentais feitas pelo povo nabateu nas rochas de um grande cânion. Inteiramente escavada em rocha vermelha, dentro de um enorme vale com acesso único através de um cânion, todos turistas se encantam com a beleza cinematográfica desta caminhada até chegar na parte central onde está a cidade e o famoso templo esculpido em rocha. Petra é a antiga capital dos Nabateus desde o terceiro século A.C. Esse sítio atrai milhões de visitantes ao país.

Petra, eleita uma das sete maravilhas do mundo moderno, é sim seu principal cartão-postal. Mas não só. A cerca de 50 quilômetros de Amã, capital do país, encontra-se Jerash, uma antiga cidade romana que, depois de escavada, teve templos, arcos e avenidas descobertos e bastante preservados. Para um passeio mais radical, a dica é rumar para o deserto de Wadi Rum, ponto de encontro de aventureiros de trekking, escaladas e passeios de balão.

Partindo da capital Amã, temos o Monte Nebo, onde Moisés avistou a Terra Prometida conforme as palavras do livro de (Dt 34). Neste lugar Moisés colocou Josué no seu lugar para comandar o povo na conquista da Terra Santa e prosseguir até Jericó atravessando o Rio Jordão. No Monte Nebo Moisés morreu. Do alto do Monte Nebo (CUME DE PISGA) avista-se o belo Vale do Rio Jordão, a cidade de Jericó, as montanhas de Samaria e as colinas da Judéia

O clima árido em quase toda a Jordânia pede ao turista duas coisas fundamentais: muita água e protetor solar.